terça-feira, 26 de fevereiro de 2013

Reli: Vínculos - Lúcia Pimentel Góes

"A vida não era fácil. Era preciso lutar sempre, não esmorecer. Defender o que é direito."

Meio entendiada e sem livros novos, resolvi reler algum que eu tinha lido há muito tempo. Minha escolha foi Vínculos, e... acho que foi uma boa lida... quando o fiz da primeira vez.

Autor(a): Lúcia Pimentel Góes
Editora: Atual
Páginas: 92
Sinopse:




Vínculos é uma história curta e fácil de ler. Tem uma ideia interessante, mas que deveria ser maior aprofundada.

Para que entendam (uma vez que aquela sinopse ali tá bem fraquinha). O livro conta a história de Teresa e da Laurinha. Mãe e filha, sendo que Laura é adotada. Quando a mesma descobre isso (por meio de uma discussão na escola), ela se fecha para família.

Eu, pessoalmente, não consigo entender Laurinha, faltou aprofundar em seus sentimentos para que eu, como leitora, pudesse compreender porque tantos anos passaram e ela continuava na mesma amargura.

Outro ponto negativo é a falta de emoção nos diálogos  Há alguns momentos que eu tinha de parar de ler para me perguntar: Quem fala assim?
As conversas são muito, não sei, formais, talvez. Laca a emoção até nas conversas mais tristes.

Em outros pontos, porém, ele começa a passar a emoção, até que vem uma conversa e torna tão... cansativo.

O livro tem boas ideias, e vários pontos interessantes, mas seu pouco número de páginas o trai e o impede de se tornar um excelente livro e se aprofundar em várias questões que eu gostaria de ter lido mais.

“Por que será que é tão difícil compreender os que estão mais próximos de nós ou entender completamente qualquer pessoa?” 

 Li esse livro quando estava começando a gostar de ler. Foi antes dos livros que realmente me tornaram uma leitora ávida, e na época achei-o um livro muito bom. Hoje, contudo, como uma leitora mais experiente vejo que não é tudo isso. Para aqueles que estão começando é uma boa pedida, mas para os mais veteranos... nem tanto.

Nota: 2/5
Vínculos é um livro regular.

3 comentários:

  1. Ainda não li esse, mas eu já li muitos livros que mesmo curtos conseguiram se aprofundar bem nos personagens, com poucas, mas significativas cenas, talvez a autora não tenha usado um bom ângulo pra aproximar o leitor ou mesmo essas falas formais demais. É sempre bom reler um livro mesmo, pois cada vez nos tornamos maios experientes e temos impressões diferentes, só tenho medo de me decepcionar com algum livro que eu tenha gostado muito,rs.
    Bjs

    ResponderExcluir
  2. Olá :)

    Passando aqui pra te avisar, que te indiquei uma tag, dá uma passada lá no blog.
    Beijos é Abraços ;)

    http://pensamentoliterario5.blogspot.com.br/

    ResponderExcluir
  3. Esse foi o primeiro livro de conteúdo mais maduro que li, era da minha mãe, e na época amei. Vendo suas considerações quero reler o mesmo pra tirar novas conclusões.

    ResponderExcluir

Deixe um comentário dando sua opinião. Se concorda ou não. Se lhe inspirou ou deixe uma sugestão.

Todos os comentários são bem-vindos, desde que não sejam ofensivos (não confundir com críticas, que, além de bem-vindas, são incentivadas)

Ah, e não esqueçam de deixar o link do seu blog (se houver) retribuo todas as visitas e comentário o mais cedo possível ^^

Mas antes de comentar, lembrem-se:
"Não existe opinião certa. Existem certas opiniões. Seja livre e escolha a sua" Arthur Hisoka