segunda-feira, 25 de fevereiro de 2013

All Superheroes Must Die

Desde a primeira vez que vi o trailer desse filme fiquei curiosa, e hoje finalmente sentei para ver. Não foi o melhor filme do mundo, mas definitivamente é interessante.

Lançamento: 26/10/11
Dirigido: Jason Trost
Com:  Jason Trost | Lucas Till | James Remar...
Gênero:  Sci-Fi | Thriller
Nacionalidade: Canada
Trailer:

Sinopse:




O que dizer desse filme? Por onde começar? Acho que vou começar dizendo que sou uma grande fã de filmes de super heróis. E que, é claro, eu tinha de ver esse. E acho que todos que gostam do estilo também. Por que você vai encontrar uma maravilha do estilo? Não. Porque All Superheroes Must Die (Todos os Super-Heróis Devem Morrer, em tradução livre) mostra um lado dos heróis... um lado que pouco vemos... um lado real.

É simples, imagine que você e seus amigos ganhem poderes um dia. Agora, se vocês forem "pessoas do bem" e um dos seus amigos sugere que vocês usem seus poderes para ajudar os outros. E vocês aceitam... me diga, até onde vai isso? Existe um momento no filme onde John (Charge) está discutindo com Ben (Cutthroat) porque o segundo se arriscou muito para salvar uma mulher e Ben pergunta "Eu deveria ter deixado-a morrer?" e John responde "Antes ela do que você".

E esse tipo de coisa os humaniza. É claro que antes Ben do que ela. Ben é o melhor amigo do John, ela é uma total estranha para os dois. Você diria diferente?

Eu gostaria que o filme tivesse mais disso, isso é dito num flashback. O filme é muito curtinho e podia, aliás devia ter tido mais tempo para que pudéssemos realmente nos conectar com os heróis. O filme já começa no "Jogo Mortal". E no inicio eu pensei que seria melhor se fosse heróis já conhecidos por nós (no filme eles perdem os poderes), assim poderíamos começar por ali mesmo, e já gostando dos personagens, nos importando. Mas isso jamais daria certo ou você consegue ver o Superman falando pro Batman para deixar a mulher morrer? Não, isso só daria certo com novos heróis. E isso atrapalha. Vinte minutos a mais seria suficiente. Vinte minutos a mais para nos mostrar alguns flashbacks e nos contar a história deles melhor.

Muita coisa fica em aberto, os problemas entre John e Ben, apesar de discutidos, poderiam ser melhor trabalhados. O momento que eles ganharam os poderes (que só é comentado por John numa frase "Quando aquele troço caiu do céu..." o resto é spoiler, então não vou dizer.) A "Equipe Romance" também deveria amostrar melhor. Enfim... deveria ter tido mais dos personagens no momento anterior áquilo.

Mas fora isso foi um filme bom. Muito surpreendente em vários pontos. E real. Sim, é um filme de super herói, mas eles não têm poderes mais. Então vira um filme bastante psicológico.  Quatro pessoas presas numa cidade por um maníaco que lhe dá escolhas a fazer: Atire e mate um dos seus melhores amigos ou eu explodo a sua irmã. Tá vendo essa três excelentes e amadas pessoas? Mate elas ou a si mesmo ou eu explodo todos vocês. Ohn... vocês estão apaixonados? Então um de vocês mate o outro ou eu explodo todos vocês. Simples, não? (e sim, ele ameaça explodir durante filme todo caso eles não joguem)

E durante tudo isso, todas essas escolhas, como eles deixam claro bem no inicio, você nunca sabe o que irá acontecer. Não existe um limite. Não existe mais importante. Existe o jogo e quem não jogar ou não jogar direito morre.

Então, excetuando-se o que já falei e o final (foi bom, mas meio em aberto e não sou fã disso).  Foi um filme que gostei muito. E recomendo se você gosta de heróis e um pouco de Jogos Mortais (mas falta um pouco da genialidade desse último, mas ei! Quem a tem?)

Nota 3/5
All Superheroes Must Die é um bom filme.

0 comentários:

Postar um comentário

Deixe um comentário dando sua opinião. Se concorda ou não. Se lhe inspirou ou deixe uma sugestão.

Todos os comentários são bem-vindos, desde que não sejam ofensivos (não confundir com críticas, que, além de bem-vindas, são incentivadas)

Ah, e não esqueçam de deixar o link do seu blog (se houver) retribuo todas as visitas e comentário o mais cedo possível ^^

Mas antes de comentar, lembrem-se:
"Não existe opinião certa. Existem certas opiniões. Seja livre e escolha a sua" Arthur Hisoka