terça-feira, 12 de março de 2013

Um Homem de Sorte - Nicholas Sparks

"(...) parecia feliz simplesmente pelo fato de estar ao lado dela, e, sem saber o motivo, era exatamente isso de que precisava."

"Querido John,
Sinto muito - não tanto, na verdade - que você não é mais meu segundo livro favorito de Sparks, agora é terceiro. Você continua sendo muito importante, uma bela obra (e um gigantesco ódio por Savannah), mas a partir de agora você é o terceiro melhor livro desse autor. Pelo menos entre os que li.
Com Amor,
Bruna"

Título: Um Homem de Sorte
Subtítulo: Descubra do que é capaz a força avassaladora do destino
Autor(a): Nicholas Sparks
Editora: Novo Conceito
Páginas: 349
Sinopse:
A sinopse do Skoob tá horrível, não fala nada do livro, então, para explicar um pouco: Logan é um Fuzileiro que foi três vezes ao Iraque e sobreviveu a coisas extremas lá. Seu melhor amigo, Victor, dizia ser por causa da fotografia que ele achou há muito tempo atrás, na guerra, e que mantinha consigo todos os dias. Ao voltar a América ele se sente em divida com a mulher da foto e decide encontrá-la e assim talvez descobrir o próprio destino.

Eu terminei de ler Um Homem de Sorte e, caramba, foi um bom livro. Sei que geralmente deixo para falar isso no fim da resenha, quando já dei todos os fatos, mas essa que é a verdade. Não me emocionou tanto quanto Um Amor para Recordar, mas também não estou aqui para comparar livros.

Um homem de sorte foi um livro diferente dos que estou acostumada de Sparks. Para começar tem um vilão, coisa que entre os que li a maioria não tem. Só aí já dar um novo ar ao livro, porque vamos admitir, ele é um ótimo autor, mas meio repetitivo.

O livro é inteligente ao mostrar o ponto de vista dos nossos três principais - Logan, Beth e Clayton -, cada capítulo nós vemos tudo através deles, mesmo com o livro em terceira pessoa, em nenhum momento tive dificuldade para entender seus pensamentos e sentimentos. E, conforme as folhas vão acabando, a troca de capítulos vai acontecendo mais rápido e mais rápido até que culmina num frenético e, honestamente, desesperador capítulo onde acompanhamos, a cada parágrafo, um dos três personagens.

Não vou mentir, em algumas partes eu quis gritar com o livro: "Por que você não fala com o Vovô?" "Por que você não contou da foto?". Entre outras questões. Mas ele vai nos levando ainda assim, e parece que a resposta de todas essas perguntas é o medo.

Havia passado a maior parte do dia tentando não pensar no que aconteceu, ou em como o que havia acontecido poderia ter sido evitado: era um jogo de tolos. Tinha simplesmente estragado tudo, e não dava para voltar no tempo. Sempre tentou viver a vida sem ter de lidar com coisas que não poderiam ser refeitas, mas dessa vez era diferente. Não tinha certeza se iria conseguir superar. 

O romance é bem feito, bem construído. O que mais me impressionou foi como os personagens atingiram seus objetivos, aqueles que estavam ali para cativar me cativaram, aquele que estava ali para ser odiado, foi odiado. É raro isso acontecer.

Sem dúvida minhas palmas vão para Nana e Logan, que são dois personagens incríveis. Logan em busca do seu destino é sensacional. E Nana com suas inteligentes (e às vezes complexas) tiradas, dá um tom de humor ao livro.

Os capítulos passam rápidos e você sempre se prepara para o pior a cada momento. E o epílogo é um dos momentos mais desesperadores, onde você quer berrar "Me diz o que aconteceu!". Uma parte sua sabe o que aconteceu, mas até que tenha as palavras a sua frente, você não consegue ter certeza.

E ao fechar o livro você tem a sensação de dever cumprido. A história se concluiu. Escrevo um livro chamado Jornada ao Destino, mas a bem da verdade é que Um Homem de Sorte poderia facilmente conter esse título também.

(...) uma verdade simples: às vezes as coisas mais ordinárias podem transformar-se em extraordinárias, simplesmente se realizadas pelas pessoas certas.

Sem dúvida é um livro brilhante.

Nota 5/5

Uma última coisa, que não é diretamente ligada ao livro, mas que... por todos os meios que penso, pela lógica e até mesmo pela minha diversão (e até as notas dadas), Um Homem de Sorte foi o melhor livro de Sparks que já li, contudo, não consigo dizer que ele é meu favorito entre os do autor, Um Amor Para Recordar ainda parece ser esse...  Não consigo explicar o porquê. O fato é que Um Homem de Sorte agora é meu segundo favorito e eu duvidava que conseguiria desbancar Querido John.

10 comentários:

  1. Essa resenha ta melhor do que a da contra capa do livro! Eu ate entendi a historia! hauhauhauhauhauah

    http://meucoracaonacaneta.blogspot.com.br/

    ResponderExcluir
  2. Renata, Isadora e Bárbara2 de abr de 2013 15:51:00

    Eu adoro o modo como você escreve suas resenhas, são tão... sei lá, verdadeiras (?) hahaha. E outra coisa é que você escreve muito bem, parabéns! E ah, li só alguns livros do Sparks e também acho ele meio repetitivo, porém amo "Querido John", é meu favorito dele. "Um homem de sorte" parece ser interessante e sua resenha me animou mais ainda!
    Beijos,
    Renata.
    viciadas-em-livros.blogspot.com.br

    ResponderExcluir
  3. Que bom que gosta das minhas resenhas. Tento fazer como se estivesse conversando com alguém (apenas mais bonitnhas, é claro). Eu também amo Querido John, mas Um Homem de Sorte conseguiu superá-lo.

    ResponderExcluir
  4. Eu adoro esse livro, o filme apesar de ter algumas mudanças, também é muito bom!!!

    Bjks

    http://coracaodetinta.blogspot.com.br/

    ResponderExcluir
  5. Passando pra falar que te indiquei um selinho lá no blog.
    Depois passa lá e pega.
    Adorei a resenha, quero muito ler esse livro.
    Abraços.

    http://www.pensamentoliterario5.blogspot.com.br/

    ResponderExcluir
  6. Oi linda.. tem meme pra voce la no meu blog (:

    http://vidalokasoqn.blogspot.com.br/2013/03/meme-aos-17-uu.html

    ResponderExcluir
  7. Olá Bruna, vim retribuir a visita que fez ao meu blog agora a pouco, obrigada.
    Mas então, não li essa obra do Sparks ainda, somente assisti ao filme, que por sinal amei, sou romântica incurável.
    Pretendo ler o livro, claro, pois deve ser mais detalhado e muito mais emocionante que o filme, e sua resenha me fisgou no intuito de apressar minha leitura, já coloquei na listinha dos livros para ler. Obrigada pela dica.
    Beijão
    Viviane
    Razão e Resenhas

    ResponderExcluir
  8. Obrigada por vir aqui.

    Eu já não sou muito romântica mas as obras do Sparks é uma exceção. Não vi o filme, é raro eu ver filmes baseados em livros, principalmente antes de ler o livro. Mas o livro realmente foi maravilhoso.

    Té mais...

    ResponderExcluir
  9. Amiga muito bacana sua resenha do Livro um Homem de Sorte. Eu tenho ele na minha estante, como o Querido John, A ULTIMA Música e Diario de uma Paixao, mas não os li ainda como a maioria que tenho aqui comigo hahahahaha...Mas pelo que você disse, fiquei interessada em ler agora. Nossa. Parece que a história é realmente interessante. Parabens pela sua resenha e veh se n esquece de pegar o MEME em meu blog, pois te indiquei lá. Ficaria feliz se vc fizesse. beijinhos


    lovereadmybooks.blogspot.com.br

    ResponderExcluir
  10. Dos que você tem do Sparks o único que não li é A Última Música, tenho, mas abandonei. Os outros são muito legais, tira um tempinho para ler ^^

    Não sei quando ou se vou fazer o meme, ainda estou me reacostumando a voltar a rotina (voltei de férias para escola semana passada), então ando meio sem tempo para fazer muita coisa no blog. Mas se der, eu faço sim ^^

    Té mais...

    ResponderExcluir

Deixe um comentário dando sua opinião. Se concorda ou não. Se lhe inspirou ou deixe uma sugestão.

Todos os comentários são bem-vindos, desde que não sejam ofensivos (não confundir com críticas, que, além de bem-vindas, são incentivadas)

Ah, e não esqueçam de deixar o link do seu blog (se houver) retribuo todas as visitas e comentário o mais cedo possível ^^

Mas antes de comentar, lembrem-se:
"Não existe opinião certa. Existem certas opiniões. Seja livre e escolha a sua" Arthur Hisoka